O QUE NÃO É DISCIPULADO

image
INTRODUÇÃO:

Cremos que o discipulado é algo da parte de Deus e que por isso devemos ter o cuidado de não transformar em um instrumento de dominação “nicolaíta”. Termo usado para definir homens que se colocam sobre outros. Significa basicamente “aqueles que dominam sobre o povo.”

Ap 2:15-16 – “De igual modo você tem também os que se apegam aos ensinos dos nicolaítas. Portanto, arrependa-se! Se não, virei em breve até você e lutarei contra eles com a espada da minha boca.”

O QUE O DISCIPULADO NÃO É!!!!!

Há uma grande confusão de significados… existem ensinamentos distorcidos a este respeito… as pessoas precisam saber a diferença entre o que a Bíblia diz acerca do discipulado e não o que as pessoas dizem o que o discipulado é — precisamo compreender o caráter do discipulado bíblico e não a reputação de um discipulado trangênico….

1- DISCIPULADO NÃO É TREINAMENTO.

É simplesmente você fazer um treinamento com um COACH e obter um certificado e estar apto a discipular. Não tenho nada contra essa prática utilizada no mercado de trabalho. A mentoria ou coaching é um método humano do mundo dos negócios que tem como objetivo o aumento da performance de trabalho e dos níveis de resultados. A consequência do bom discipulado são os frutos.

João 15:8 – “Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos.”

2- DISCIPULADO NÃO É GERENCIAMENTO.

A ordem de Jesus é para todos. Seu desejo é que, quem se torna seu discípulo, naturalmente faça outros discípulos. Contudo não é raro observar que muitos lidam com esse princípio como se ele fosse um mero modelo que visa multiplicação.

Mateus 28:19-20 – “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei a vocês. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos.”

3- DISCIPULADO NÃO É CONTROLE TOTAL.

É tentar controlar a vida do discípulo ao ponto de tirar o poder de decisão e individualidade do mesmo.

Jesus não controlava seus discípulos, ainda que tivesse esse poder. Ele os ordenava por que voluntariamente se puseram sob sua autoridade. Essa prerrogativa era tão clara que Pedro mais tarde ensina em sua carta que os presbíteros (pastores responsáveis) não deveriam pastorear o rebanho como dominadores.

1 Pedro 5:2-3 – “Pastoreiem o rebanho de Deus que está aos seus cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade, como Deus quer. Não façam isso por ganância, mas com o desejo de servir. Não ajam como dominadores dos que foram confiados a vocês, mas como exemplos para o rebanho.”

4- DISCIPULADO NÃO É FAZER DISCÍPULO PARA SÍ.

Discipulado tem começo, meio e fim. Discípulos são de Deus.

João 17:6 – “Eu revelei teu nome àqueles que do mundo me deste. Eles eram teus; tu os deste a mim, e eles têm obedecido à tua palavra.”

—————————————————————

5- DISCIPULADO NÃO É SUBSERVIÊNCIA.

O significado é servil; que se dispõe a cumprir ordens de modo humilhante; que atende as vontades de uma outra pessoa de maneira submissa.

Que expressa excesso de condescendência; que aceita as ordens, os desejos e as vontades de uma outra pessoa com facilidade.

João 13:12-15 – “Quando terminou de lavar-lhes os pés, Jesus tornou a vestir sua capa e voltou ao seu lugar. Então lhes perguntou: “Vocês entendem o que fiz a vocês? Vocês me chamam ‘Mestre’ e ‘Senhor’, e com razão, pois eu o sou. Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei os seus pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. Eu dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz.”

Muito importante isso!!!

————————————————————

6- DISCIPULADO NÃO É SUBMISSÃO CEGA.

É ser uma vaquinha de presépio sem expressão, é uma submissão baseada na posição e não no relacionamento e vínculo. Criar uma superdependência do discipulador. Jesus chamou seus discípulos e capacitou-os.

Marcos 3:14-15 – “Escolheu doze, designando-os apóstolos, para que estivessem com ele, os enviasse a pregar e tivessem autoridade para expulsar demônios.”

7- DISCIPULADO NÃO É CONVENIÊNCIA.

É aquilo que atende ao gosto, ás necessidades, ao bem-estar de um indivíduo.

Efé. 6:5-9 – “Escravos, obedeçam a seus senhores terrenos com respeito e temor, com sinceridade de coração, como a Cristo. Obedeçam-lhes, não apenas para agradá-los quando eles os observam, mas como escravos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus. Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens, porque vocês sabem que o Senhor recompensará cada um pelo bem que praticar, seja escravo, seja livre. Vocês, senhores, tratem seus escravos da mesma forma. Não os ameacem, uma vez que vocês sabem que o Senhor deles e de vocês está nos céus, e ele não faz diferença entre as pessoas.”

8- DISCIPULADO NÃO É TER UMA BABÁ QUASE PERFEITA.

É tipo de discipulador ideal, onde o discipulador nunca falha, é o discipulado sem cobrança, do tipo amorzão, sempre liga pra ele. Lembra do dia do aniversário. É o discipulado “conto de fada”. Expectativa muito elevada. Espera no discipulador aquilo que só Deus pode suprir.

1 Co. 11-1 – “Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo.

 

img_5580-1

Fases da Batista Vida Londrina

Estamos avançando pela Graça e Favor de Deus!
Estamos numa série de mensagens sobre o Reino de Deus – você é nosso convidado!!

Servir a Deus com LIBERDADE é restaurador e reflete o caráter de Deus.
Em nossa 1ª Fase nos reunimos no Hotel Thomasi –
Em nossa 2ª Fase – Rua Astor Boer, 191 – Columbia D
Em nossa 3ª Fase no prédio da nossa Igreja – Confira – em breve em www.vidalondrina.com.br

Sexta feira as 20h – Célula
Domingo as 19h30 – Culto de Celebração