Vamos orar pela nossa Pátria

 

Quando os justos florescem, o povo se alegra; quando os ímpios governam, o povo geme. (Pv 29:2)

O rei que exerce a justiça dá estabilidade ao país, mas o que gosta de subornos o leva à ruína. (Pv 29:4)

 

Anúncios

DISCIPULADO COM PROPÓSITO

Resultado de imagem para DISCIPULADO

Mateus 28:19 – “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.”

  • O QUE É DISCIPULADO?
  • COMO DISCIPULAR?

O QUE É O DISCIPULADO?

É o relacionamento entre um mestre e aprendiz baseado em um modelo que é Cristo. Por ele o mestre reproduz no aprendiz a plenitude da vida que há em Cristo, capacitando o aluno a treinar outros para que também ensinem novos discípulos.

Esse relacionamento liga a pessoa à cadeia de autoridade existente na igreja. Assim, os discípulo é acompanhado em seu processo de crescimento e ajudado a confirmar a sua vida com o propósito de Deus, como também a se encaixar na vida da igreja.

O QUE É SER UM DISCÍPULO?

Entenda o que significa ser um discípulo de Jesus e como isso pode transformar sua vida por inteiro.

A palavra DISCÍPULO se refere a um estudante ou aprendiz. Nos dias de Jesus os discípulos seguiam seu RABI (MESTRE) para onde ele fosse, aprendendo com o seu ensino e sendo instruídos a fazer o que ele fizesse. Basicamente, o discípulo é um seguidor, mas, é preciso entender esse termo, seguidor, de forma literal. Tornar-se um discípulo de Jesus consiste em obedecer ao seu chamado para segui-lo e aprender com Ele.

O DISCIPULADO DEVE SER INSTRUÍDO (ENSINADO) COM PROPÓSITO

1.Gerar no discípulo o caráter de Cristo.

Filipenses 2:5 –Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus.”

2. Ensino e transferência de vida.

1 Timóteo 1:2 – “… a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, o nosso Senhor.”

3. Levar os discípulos a viver em santidade de vida.

1 Timóteo 1:18 a 20 – ” Timóteo, meu filho, dou-lhe esta instrução, segundo as profecias já proferidas a seu respeito, para que, seguindo-as, você combata o bom combate, mantendo a fé e a boa consciência que alguns rejeitaram e, por isso, naufragaram na fé. Entre eles estão Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.”

4. Discipular com um propósito definido.

2 Timóteo 2:15 – Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar, que maneja corretamente a palavra da verdade.

Precisamos saber de onde estamos saindo com o discípulo e onde queremos chegar com ele. A resposta do seu discípulo ao discipulado, vai depender da sua sinceridade, caráter, estilo de vida e exemplo.

CONCLUSÃO

Discipular é transmitir a vida de Jesus. É reproduzir essa vida em outras pessoas, e leva-las a um propósito definido.

 

Exemplo de uma Transformação Radical

Resultado de imagem para transformação

Exemplo de uma Transformação Radical

TEXTO: Jz. 6: 11,12

Introdução – Gideão também é conhecido como um dos (Abiezrita), que significa descendentes de um homem chamado Jezer que deu origem a Tribo de Manassés.

Gideão era um homem medroso, tímido e com problemas na alma.

Medroso é alguém que tem medo de agir em todas as áreas da vida: secular, espiritual e ministerial.

Tímido, é uma pessoa vergonhosa, débil, ou seja, fraca em todas as suas ações.

Problema na alma significa pessoas que foram maltratadas, injustiçadas e até abusadas em várias áreas da vida.

Gideão era como um crente comum ou um crente normal. Gideão era simplesmente um crente religioso e sem nenhuma experiência com Deus.

Porém, Deus lhe chama para o ministério.

A partir daí Gideão entra em uma crise tremenda.

Porém, o anjo de Deus lhe disse: “O Senhor é contigo, homem valente”.

Irmãos, na vida espiritual é assim: eu não vejo, eu não sinto, mas eu tenho.

Gideão por causa dos seus problemas questionava com Deus.

Veja V: 13 – Ai, Senhor meu!

Três Reclamações:

  1. Se o Senhor é conosco, por que nos sobreveio tudo isso?
  2. E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais o contaram?
  3. Porém, agora o Senhor nos desamparou e nos entregou nas mãos dos midianitas.

Estas são características de alguém com problemas na alma: só reclama.

Gideão se comportava como muitos de nós. Recebeu Jesus, e quer que tudo aconteça sem se mover para nada. A pessoa espera que Deus faça tudo para ela.

Se liga aí, meu irmão.

V: 14 – Vai nessa tua força.

Gideão não sabia, mas Deus estava lhe chamando para torná-lo o libertador da sua nação.

Este é o nosso chamado: Libertamos as pessoas das garras do engano ediscipularmos elas para estarem prontas para libertarem outros.VOCÊ É UM LIBERTADOR, UMA LIBERTADORA.

Vai nessa tua força e livra Israel das mãos dos midianitas.

  • Livra a tua família
  • Livra a tua cidade
  • Livra o teu bairro
  • Livra a tua rua

Através das células e do discipulado.

O Senhor disse: por ventura não te enviei eu?

V: 15 – Gideão apresenta os seus argumentos para Deus.

  1. Como eu vou livrar Israel se a minha família é a mais pobre em Manassés?
  2. E eu, o menor na casa de meu Pai.

Gideão tinha uma mentalidade de escravo.De novo vem a tona os velhos problemas da alma:

  • Alto estima arrazada
  • Vida religiosa

Porém Gideão, fez uma oferta para Deus e o anjo de Deus recebe com fogo.

V: 21, no versículo 22, Gideão teve um encontro com Deus.

Daí em diante a vida desde homem mudou radicalmente.

Cap. 6: 34então, o Espírito do Senhor revestiu a Gideão, o qual tocou a rebate, e os abiezritas se juntaram após dele.

Uma pessoa cheia do Espírito Santo, ninguém segura.A pessoa perde a timidez e entra a intrepidez.

Gideão, agora revestido com o Espírito de Deus, ele agora prega para o seu povo.

Veja o que Ele diz:

Juízes 7: 3apregoa, pois aos ouvidos do povo dizendo: quem for tímido e medroso volte e retire-se da região montanhosa de Gileade.

Mudanças radicais aconteceram na vida de Gideão.

O Senhor quer fazer estas mesmas mudanças nas nossas vidas.Ele quer nos dar essa mesma unção de libertador.

Gideão agora revestido por Deus parte para cima dos seus inimigos que oprimiram a sua nação.

VejaJuízes 7: 5- 7

Fotos

Gideão, agora com os seus guerreiros peleja contra os inimigos de Israel.

Juízes 8: 4-5, 12

Gideão se transforma em um grande guerreiro para Deus, um grande libertador.

Esta é a vontade de Deus para a nossa vida, meu irmão.

Depois de muito tempo, Gideão já está de idade avançada e ele decide não governar mais o povo de Deus.

Veja o que aconteceu

Jz. 8: 22Então, os homens de Israel disseram a Gideão: domina sobre nós, tanto tu como teu filho e o filho de teu filho, porque nos livrastes do poder dos midianitas.

Gideão causou um grande impacto naqueles dias na sua nação.

Jz. 8: 28Assim, foram abatidos os midianitas diante dos filhos de Israel e nunca mais levantaram a cabeça e ficou a terra em paz durante quarenta anos, nos dias de Gideão.

Conclusão– Deus tem nos chamado para marcarmos a história.

O DISCIPULADO E O CONFRONTO EM AMOR

Resultado de imagem para DISCIPULADO

O DISCIPULADO E O CONFRONTO EM AMOR

 

1 Samuel: 22. 1. Depois Davi, retirando-se desse lugar, escapou para a caverna de Adulão. Quando os seus irmãos e toda a casa de seu pai souberam disso, desceram ali para ter com ele. 2. Ajuntaram-se a ele todos os que se achavam em aperto, todos os endividados, e todos os amargurados de espírito; e ele se fez chefe deles; havia com ele cerca de quatrocentos homens.

 

Introdução: Os discípulos são filhos espirituais que o Senhor Jesus colocou em nossas mãos para cuidar e transformar em pessoas maduras e de bom caráter. Discípulo nunca vem pronto, você precisa fazer.

 

  1. CONQUISTE SEUS DISCÍPULOS – no início você vai ouvir muitas coisas, vai ver comportamentos, talvez ele vai atacar até você, mas use a arma do amor e da paciência.

Não seja severo demais, entenda as limitações do seu discípulo.

 

  1. GANHE O CORAÇÃO DO SEU DISCÍPULO, ele pode ser a pessoa mais difícil que exista, mas se você ganhar o seu coração ele dará a vida por você.

 

2 Samuel: 23. 14. Davi estava então no lugar forte, e a guarnição dos filisteus estava em Belém. 15. E Davi, com saudade, exclamou: Quem me dera beber da água da cisterna que está junto à porta de Belém! 16. Então aqueles três valentes romperam pelo arraial dos filisteus, tiraram água da cisterna que está junto à porta de Belém, e a trouxeram a Davi; porém ele não quis bebê-la, mas derramou-a perante o Senhor; 17. E disse: Longe de mim, ó Senhor, que eu tal faça! Beberia eu o sangue dos homens que foram com risco das suas vidas? De maneira que não a quis beber. Isto fizeram aqueles três valentes.

  • Demonstre interesse pela vida, família, filhos, trabalho do seu discípulos
  • Visite-os com frequência, nem que seja aquela visita rapidinha.
  • Cumprimente-os nos Cultos de Celebração e no TADEL.
  • Lembre da data do aniversário do seu discípulo, principalmente as mulheres.

 

  1. NÃO COBRE DO SEU DISCÍPULO AQUILO QUE VOCÊ AINDA NÃO O ENSINOU A FAZER
  • Faça primeiro e deixe seu discípulo apenas ver;
  • Faça junto com o seu discípulo;
  • Deixe seu discípulo fazer e fique vendo, depois no “um a um” corrija as falhas;
  • Envie seu discípulo para fazer só e treinar a próxima geração.

 

  1. FALE SEMPRE A VERDADE PARA O DISCÍPULO MESMO QUE ISSO DOA MUITO, MAS SEMPRE EM AMOR. Não é o que você fala que fere as pessoas, mas sim como você fala.

João 8:32 “conhecereis a verdade e a verdade vos libertara”

  • Muitos não estão sendo tratados, porque não estão ouvindo a verdade;
  • Não prometa o que você não pode cumprir;
  • Não engane seu discípulo ou faça vista grossa em suas falhas, confronte-os.

 

  1. CONFRONTO É CURA DA ALMA

Mateus: 18. 15. Ora, se teu irmão pecar, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, terás ganho teu irmão; 16. Mas se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda palavra seja confirmada. 17. Se recusar ouvi-los, dize-o à igreja; e, se também recusar ouvir a igreja, considera-o como gentio e publicano.

 

A FORMA BÍBLICA DO CONFRONTO

  • Vai tu e ele – um a um;
  • Chama duas testemunhas – pessoas que viram, ouviram, sabem provas;
  • Chama a igreja – meu discipulador e a hierarquia das células;
  • Considera o gentil e publicano – não é para rejeitar nem abandonar, mas tratá-lo como uma pessoa que você quer ganhar para Jesus, um GE , um Natanael;
  • Nunca corrija seu filho, discípulo, liderado ou qualquer pessoa na frente dos outros, isso é constrangedor e pode causar grandes feridas no seu discípulo.

 

  1. NÃO FUJA DO CONFRONTO
  • Não mude de célula, de rede, nem de igreja

2 Reis: 6. 5. Mas sucedeu que, ao derrubar um deles uma viga, o ferro do machado caiu na água; e ele clamou, dizendo: Ai, meu senhor! Ele era emprestado. 6. Perguntou o homem de Deus: Onde caiu? E ele lhe mostrou o lugar. Então Eliseu cortou um pau, e o lançou ali, e fez flutuar o ferro.

O machado só flutua onde caiu, ou seja, você só é tratado de verdade no lugar em que você estava.

  1. Maturidade é assumir as consequências dos pecados;
  2. O problema não está fora e sim dentro de quem pecou;
  3. Você não precisa de posição, mas sim de cura – tem pessoas que cometem pecados graves, mas querem continuar na frente da batalha, como se nada tivesse acontecido; Soldado ferido deve ir para o hospital se restaurar.
  4. Nem sempre vencer o confronto quer dizer que resolveu o problema. Às vezes é melhor só pedir perdão e se humilhar em vez de ficar argumentando.

 

Conclusão: Pessoas tratadas São pessoas maduras, que passaram por confrontos e foram aprovadas. Deus quer fazer de seus discípulos valentes que estão dispostos a dar a vida por Jesus e por você.