Esgotamento ministerial!

Martin Lloyd-Jones disse: “Não permita que sua alegria dependa de suas pregações, porque chegará o dia em que não poderá mais pregar. Encontre sua alegria em Deus, pois Ele estará com você até o fim”.

LUTZER, Erwin. De pastor para pastor. págs 83. São Paulo: Vida, 2000.
depressao

Esgotamento mental

O esgotamento é uma realidade entre os líderes das igrejas, tem estado camuflado com uma roupagem de espiritualidade, submissão e lealdade. As pessoas que são os supostos “líderes”, se esquecem que são humanos, limitados, frágeis muitas vezes vão ao limite a ponto de um colapso. Não falam a respeito porque acham ser uma fraqueza e os que falam são rotulados. Colocam a carga em um discipulado despreparado que  ao invés de curar, gera mais feridas e as vezes a morte. O que motiva escrever isso é conhecer pessoalmente líderes desta maneira que estão escondidos por de trás do orgulho se esquecendo que a OBRA DE DEUS  tem que ser feita na dependência d’Ele e não da própria força. Criticam as fábulas tentando criá-las utilizando outra roupagem.

Esgotamento mental  – Síndrome de Burnout

Pessoas em intensa atividade profissional , passando por dificuldades em seus trabalhos, dias e dias sob tensão, profissões que exigem muito podem levar a um estado de esgotamento mental.

Ambientes de trabalho onde não há harmonia entre as pessoas, a chefia não se mostra coerente e o pessoa não consegue se perceber como um profissional competente e realizador pode levar ao esgotamento mental chamando de Síndrome de Burnout – também chamada de síndrome do esgotamento profissional. É uma doença classificada pela CID – código internacional de doenças.

O estresse continuo em ambientes de trabalho que não oferecem condições para o desempenho de um bom trabalho pode desgastar física, emocional e psicologicamente, principalmente em profissões que exigem o relacionamento continuo com outras pessoas.

Todos estão sujeitos a sofrerem da Síndrome do Burnout , mas aqueles que atuam em áreas onde lidam com as maiores angustias alheias são o que correm mais risco, como por exemplo, policiais, professores principalmente de escolas publicas, médicos, enfermeiros, profissionais do resgate, pastores etc.  São pessoas com maior dificuldade de sentir realização profissional.

A síndrome de Burnout pode ser muito parecida com a depressão, apresentando sintomas típicos do esgotamento mental como pensamentos negativos, falta de animo para ir ao trabalho, falta de gosto por atividades que antes eram prazerosas, alteração de humor fazendo com que haja dias melhores mas em seguida e sem causa aparente a pessoa sente-se péssima, comportamentos agressivos ou vontade de agir rispidamente com todos, dificuldade de fixar-se em uma leitura ou Tv, etc.

Em consequência deste estado mental fortemente abalado pode surgir dor de cabeça, muito suor, dores de barriga ou dificuldade na digestão, dores pelo corpo, dificuldade de dormir ou acordares no meio da noite, etc.

Os prejuízos começam a serem percebidos com as faltas ao trabalho, licenças médicas por depressão, e depreciação nos relacionamentos familiares e pessoais.

É possível tratar o Esgotamento Mental –  Síndrome de Burnout

Para os sintomas físicos o medico pode receitar medicação adequada, mas para não manter um quadro continuo de “doença/remédio” a psicoterapia se faz necessária para que esta pessoa receba ajuda e possa desenvolver mecanismos de auto defesa para as situações que provocam o esgotamento mental.

Psicoterapia

Um psicólogo aplicará técnicas conforme a necessidade de cada um que pode ser:

– Treinamento de assertividade para que esta pessoa consiga falar a palavra Não quando for o caso mas ela não tem coragem e acaba engolindo mais sapos do que suporta.

– Identificar novas formas de lidar com todas as pessoas envolvidas em seu trabalho desde a chefia até os clientes de forma que este trabalho se torne mais leve e prazeroso.

– identificar até mesmo a necessidade, ou não, de mudar de emprego ou atividade e conseguir meios para que esta transição ocorra com o mínimo de transtorno para sua vida.

– Orientação vocacional e profissional.

– Treino de relaxamento com respiração diafragmática.

– Treino de Habilidades sociais.

– Mudança dos padrões de pensamento negativos.

Muitos a lerem isso acharão melhor colocar a culpa no diabo ao preferirem abrir os olhos de forma coerente e olhar para si mesmos como seres humanos limitados e que dependem da Graça e Favor de Deus.

Abram o olho em quanto a tempo e peçam ajuda !!!

Pr Andre H T Ribeiro

Anúncios

2 comentários sobre “Esgotamento ministerial!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s