INFECÇÕES QUE PODEM DESTRUIR UMA EQUIPE

INFECÇÕES QUE PODEM DESTRUIR UMA EQUIPE

II Tm.2.4-6,20-21

 

INTRODUÇÃO

 

Uma equipe só poderá crescer se todos os componentes estiverem em condições de crescimento, operando juntos em favor uns dos outros e juntos pelo objetivo pelo qual essa equipe veio a existir. Na igreja todos nós devemos trabalhar em espírito de equipe para alcançarmos os objetivos que Deus quer.

 

1-AGENDA CHEIA DE OCUPAÇÕES SUPERFICIAIS

 

São pessoas que diante do povo dão uma impressão de estarem muito ocupadas com a “Obra de Deus”, mas que não gostam de dar tanta satisfação daquilo que fazem aos seus líderes.

 

1.1-OS SINTOMAS DESSE PROBLEMA:

 

  • São pessoas fechadas,
  • Sem transparência,
  • Que falam muito daquilo que elas fazem,
  • Mas não falam a linguagem da liderança,
  • Não fazem o que a sua liderança quer.

 

1.2-O ANTÍDOTO PARA ESSE PROBLEMA

 

Cultivar a área da transparência,

Deixar tudo muito bem claro,

Agir pessoalmente sem procrastinar,

Não usar intermediários.

 

OBSERVAÇÃO: Nunca promova ninguém em quem você vê áreas críticas a serem trabalhadas.

 

2-MEDO DE CONFLITOS E CONFRONTOS

 

Em uma equipe de liderança há pessoas super leais que dão a vida pela equipe, mas há também pessoas insatisfeitas que começam jogar contra, se tornando desleais com os outros.

 

2.1-OS SINTOMAS DESSE PROBLEMA:

 

  • Falsa armonia e falsa paz entre os membros,
  • Falsa aparência de unidade entre os elos,
  • Tranferência e adiamentos de contatos,
  • Procrastinação dos processos de resolução.

 

2.2-O ANTÍDOTO PARA ESSE PROBLEMA

 

  • Digerir os elefantes e coar os mosquitos,
  • Nunca deixar de confrontar e corrigir em amor, II Tm.4.2,
  • Não fazer de conta que não existe problemas.

 

OBSERVAÇÃO: Um elo fraco enfraquece a corrente toda.

 

3-A DEMOCRATIZAÇÃO DOS COMPROMISSOS

 

Algumas pessoas não querem ter compromisso com a visão geral da equipe, nem com a direção que vem da liderança; querem compromisso com apenas aquilo que gostam de fazer.

 

3.1-OS SINTOMAS DESSE PROBLEMA

 

  • Resistência àquilo que os outros fazem,
  • Cada um segue a sua própria direção, e não a que vem da cabeça,
  • Ausência de frutos consistentes e permanentes,
  • Emancipação pessoal em vez de alianças genuínas dentro da igreja.

 

3.2-O ANTÍDOTO PARA ESSE PROBLEMA.

 

  • Cultivar um ambiente de desafios coletivos, onde todos pagam o preço.
  • Recompensar aqueles que visam a cadeia de comando e a equipe.
  • Tirar os privilégios de quem joga para si mesmo (auto-promoção).

 

OBSERVAÇÃO: Sempre constituir aqueles que tem o potencial de resposta maior do que os outros.

 

4-A FALTA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS.

 

Geralmente as pessoas que têm um padrão baixo de produtividade é porque não conseguem apresentar evidências na prestação de contas nas áreas ligadas a sua própria responsabilidade.

 

4.1-OS SINTOMAS DESSE PROBLEMA

 

  • Desculpas, desculpas, desculpas,
  • Ausências de informações claras naquilo que faz,
  • Retardamento dos processos de avaliação,
  • Falta de planejamento e foco obscurecido.

 

4.2-O ANTÍDOTO PARA ESSE PROBLEMA

 

  • Começar a cuidar das coisas como dono,
  • Desenvolver a atitude de filho e não de empregado,
  • Estabelecer marcas de excelência em tudo o que faz

 

OBSERVAÇÃO: Pessoas que não conseguem prestar contas não oferecem um bom gerenciamento.

 

5-FALTA DE RESULTADOS ESPERADOS

 

Onde é que queremos chegar? Os resultados apresentados nos darão essa resposta. Um técnico que não consegue resultados com o seu time tem os seus dias contados pela diretoria.

 

5.1-OS SINTOMAS DESSE PROBLEMA

 

  • Uma equipe desacreditada e sem motivação,
  • Falta de credibilidade diante do povo,
  • Nenhum impacto causado na vida das pessoas,
  • Falta de crescimento e desenvolvimento.

 

5.2-O ANTÍDOTO PARA ESSE PROBLEMA

 

  • Desenvolver uma visão de resultados entre todos,
  • Estabelecer alvos claros, mensuráveis e motivadores,
  • Trabalhar em cima de alvos numéricos e financeiros,
  • Remover os empecilhos que estão causando a falta de resultados.

 

OBSERVAÇÃO: Quando as coisas erradas deixam as nossas vidas, as coisas certas começam a acontecer.

 

6-TRANSFERIR RESPONSABILIDADES DE AUTO RISCO

 

A liderança britânica mora atrás de um castelo quase que anacessível para o restante das pessoas. A impressão que se tem é de uma liderança apenas por posição e não por resultados.

 

6.1-OS SINTOMAS DESSE PROBLEMA.

 

  • Transferência de culpa aos subordinados,
  • Comprometimento na qualidade dos resultados,
  • Começa-se uma cadeia de líderes apenas por posição,
  • Há um legado negativo de uma liderança sem exemplos

 

6.2-O ANTIÍDOTO PARA ESSE PROBLEMA.

 

  • Toda liderança se estabelece pelo exemplo,
  • Delegue com muito cuidado e supervisione o processo de perto.
  • Encorajar os liderados a se desenvolverem e aperfeiçoarem-se.
  • Desafie-os a chegarem ao próximo degrau da escada do sucesso.

 

OBSERVAÇÃO: Quem para de aprender, também para de crescer.

 

CONCLUSÃO

 

As maiores realizações causadas pelo homem deve ao trabalho em equipe. O próprio Criador trabalha em equipe com as outras duas pessoas da trindade. O Pai, O Filho e O Espírito Santo criaram tudo por um esforço conjunto de um trabalho em equipe.

 

Sejam edificados –

Pr Andre Henrique Torres Ribeiro

Um comentário sobre “INFECÇÕES QUE PODEM DESTRUIR UMA EQUIPE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s