OS ESTILOS – discipulado profundo

O ESTILO MANIPULADOR

 

O manipulador não se envolve nas relações interpessoais. Esquiva-se dos encontros e não se envolve diretamente com as pessoas nem nos acontecimentos. O seu estilo de interação se caracteriza por manobras de distração ou manipulação dos sentimentos dos outros.

 

O patrão manipulador obriga o empregado a fazer horas extras dizendo: “como pode recusar, depois de tudo que fiz por você?” O manipulador não fala claramente dos seus objetivos. É uma pessoa muito “teatral”.

 

O manipulador:

 

  • Apresenta uma relação tática com os outros.
  • Tende a desvalorizar o outro por meio de frases sejam humorísticas e que denotem inteligência e cultura.
  • Exagera e faz caricatura de algumas partes da informação emitida pelos outros, repetindo a informação desfigurada, para manipulá-la.
  • Nega fatos e inventa histórias para mostrar que as coisas não são da sua responsabilidade.
  • Fala por meias palavras e é especialista em rumores e “diz-que-disse”.
  • Sua arma preferida é a culpabilidade. Explora as tradições, convicções e escrúpulos de cada um; faz chantagem moral.
  • Emprega freqüentemente o “nós” e não o “eu”.
  • Apresenta-se sempre cheio de boas intenções.

 

 

Os álibis ouvidos com maior freqüência por parte do manipulador:

 

  • Só se pode confiar nos santos.
  • Não se pode nem deve ser franco e direto.
  • A ação indireta é mais eficaz que o face a face.

 

 

O ESTILO ASSERTIVO OU AUTO-AFIRMATIVO

 

As pessoas assertivas são capazes de defender os seus direitos, os seus interesses, de exprimir os seus sentimentos, os seus pensamentos e as suas necessidades de forma aberta, direta e honesta. Essas pessoas, para afirmarem os seus direitos, não pisam os direitos dos outros.

A pessoa assertiva tem respeito por si própria e pelos outros; está aberta ao compromisso e à negociação. Aceita que os outros pensem de forma diferente dela; respeita as diferenças e não as rejeita.

 

O assertivo:

 

  • Está à vontade na relação face a face.
  • É verdadeiro consigo mesmo e com os outros, não dissimulando seus sentimentos.
  • Coloca as coisas muito claramente às outras pessoas, negocia na base de objetivos precisos e claramente determinados.
  • Procura compromissos realistas, em caso de desacordo.
  • Negocia na base de interesses mútuos e não mediante ameaças.
  • Não deixa que o pisem.
  • Estabelece com os outros uma relação fundada na confiança e não na dominação nem no calculismo.

A ASSERTIVIDADE E COMO DESENVOLVÊ-LA

 

Um famoso pesquisador do comportamento humano chamado Bower desenvolveu um método que permite o treino e o desenvolvimento da Atitude Assertiva ou de Auto-Afirmação. Essa técnica é chamada D.E.E.C., que são as iniciais de:

 

DESCREVER – D

EXPRESSAR – E

ESPECIFICAR – E

CONSEQÜÊNCIA – C

 

Descrever – O Senhor A descreve o comportamento do Senhor B de uma forma tão precisa e objetiva quanto possível.

 

Expressar – O Senhor A transmite ao Senhor B o que pensa e sente em relação ao seu comportamento: sentimentos, preocupações, desacordos ou críticas.

 

Especificar – O Senhor A propõe ao Senhor B uma forma realista de modificar o seu comportamento.

 

Conseqüência – O Senhor A tenta interessar o Senhor B pela solução proposta,

indicando-lhe as possíveis conseqüências benéficas da nova atitude que lhe é proposta.

 

O ser humano que se auto-afirma é um ser humano autêntico!

 

Discipulado não é manipulação, é a transferência da vida de Deus!

Se tentam manchar sua imagem por alguma coisa, nunca se esqueça —- o seu JUIZ é DEUS O SENHOR!!!

Nunca revide – você não pode se igualar a tal situação desonrosa e triste.

Celebre a Liberdade — Seja Livre!!!!

2Co. 10:4 – Uso poderosas armas de Deus – e não as que são feitas por homens – para derrubar as fortalezas do diabo.VIVA(Br) 2Co. 10:5 – Estas armas podem derrubar todo argumento arrogante contra Deus e toda muralha que possa ser erguida para impedir os homens de encontrá-lo. Com estas armas posso capturar rebeldes e levá-los de volta a Deus, e transformá-los em homens cujo desejo do coração seja a obediência a Cristo.VIVA(Br) 2Co. 10:6 – Eu usarei tais armas contra todo rebelde que ainda restar depois que eu as tiver empregado contra vocês mesmos, e vocês se tenham rendido a Cristo.VIVA(Br) 2Co. 10:7 – A dificuldade de vocês é que olham para mim e eu pareço fraco e sem autoridade, porém não olham o que está debaixo da superfície. Entretanto, se há alguém que pode reivindicar o poder e a autoridade de Cristo, sou eu, sem dúvida alguma.VIVA(Br) 2Co. 10:8 – Eu posso dar a idéia de que estou alardeando mais do que devia a minha autoridade sobre vocês – autoridade para ajudá-los e não para prejudicar ­ porém eu demonstrarei cada afirmação que fiz.VIVA(Br)

Sejam edificados –

Pr Andre Henrique Torres Ribeiro
Anúncios

Um comentário sobre “OS ESTILOS – discipulado profundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s