Célula – o que é?

Definição

Uma célula é um grupo de cinco (05) a dez (10) pessoas, que se reúnem uma vez por semana com o objetivo de crescimento e multiplicação. (Batista da Glória)

 

Uma célula é um grupo constituído de seis (06) a dezesseis (16) pessoas, reunindo-se semanalmente para aprender como tornar-se uma família, adorar o Senhor, edificar a vida espiritual uns dos outros, orar uns pelos outros e levar pessoas ao Evangelho. (Igreja da Paz)

 

Cada célula deve ter no mínimo cinco pessoas e não é ideal que ela ultrapasse o limite de dez. Os grupos de Moisés eram constituídos de 10 (Ex.18:21) e Jesus liderou doze. Dez ou doze pessoas são o número ideal de membros de uma célula. Quando atingir o limite de dez pessoas, a célula deve multiplicar-se.

 

A célula é muito maior que sua reunião. Se a célula só existe no dia da reunião, então não é uma célula, mas apenas um culto caseiro. A célula acontece a semana toda: no supermercado, no shopping, na caminhada, no lazer, nas casas, na escola. Sempre que os irmãos se encontram, a célula acontece. A primeira característica da célula é ser comunidade, e não o fato de existir como uma reunião.

 

O que não é uma célula

Grupo de oração: normalmente esse tipo de grupo é composto de pessoas que tem a seguinte atitude: “o que esse grupo pode fazer por mim?”

 

Grupo de estudo bíblico: o problema deste tipo de grupo é que ele não estimula o compartilhar de necessidade e nem a verdadeira comunhão, pelo contrário, tende a se tornar um grupo restrito e fechado, onde o incrédulo não é bem vindo.

 

Grupo de discipulado: este tipo de grupo procura um crescimento espiritual num ambiente fechado e exclusivista.

 

Grupo de cura interior: é um tipo de grupo que usa técnicas da psicologia para buscar cura para os seus traumas emocionais. Muitos deles são estéreis, melancólicos e introspectivos.

 

Grupo de apoio: Grupos assim são semelhantes a alcoólicos anônimos: as pessoas se reúnem para falar de seus problemas, vez após vez, semana após semana.

 

Ponto de pregação: Grupos assim têm como deficiência básica o fato de não compartilharem a realidade da vida do Corpo. As pessoas vem e vão e o grupo é só um ajuntamento..

 

Qualquer grupo com as seguintes características:

  • Grupo fechado, criado só para as pessoas de um departamento da igreja;
  • Qualquer grupo que não tenha a multiplicação como objetivo;
  • Qualquer grupo que não se submeta à liderança geral das células;
  • Qualquer grupo que seja apenas uma reunião social.
  • Cuidado! Não se engane! Esses grupos acima não são células!

 

Onde a célula se reúne?

A maioria das células se reúne em residências. Parece que a casa, o lar, a habitação da família, tem mais afinidade com a idéia de igreja no lar do Novo Testamento.

 

Apesar de preferirmos residências, uma célula pode se reunir também em empresas (na hora do almoço), em escolas, em salões de festas (de condomínios) e em qualquer lugar onde haja um mínimo de silencio e privacidade. Só não recomendamos reuniões em bares ou lugar semelhantes. Quando a célula não se reunir numa casa, o anfitrião ale será o líder ou a pessoa que serve como referência.

SUPERIORIDADE DO MODELO DE CÉLULAS SOBRE OS MODELOS HISTÓRICOS

Abordagem de determinados temas nos dois modelos

TEMA

IGREJA CONVENCIONAL

IGREJA EM CÉLULAS

PERPECTIVA E FOCO

O ponto focal é a congregação

O ponto focal é a célula

ATIVIDADES

Cultos litúrgicos semanais

Diariamente de uns para com os outros: comunhão e serviço

DEVER PASTORAL

Pregar bons sermões, fazer casamento e enterros, festas ocasionais e muitas visitas

Modelar a vida de outros crentes para que eles ministrem

TAREFA PRIMÁRIA DO LIDER

Dirigir os programas da igreja

Equipar cada crente para que ele faça o trabalho do ministério

EXPECTATIVA DOS MEMBROS

Freqüência; contribuição; trabalhar em programas

Ministrar aos outros; desprendimento para servir e ajudar (exercer o sacerdócio)

COMPROMETIMENTO

Para aumentar a instituição; uniformidade

Para prover o crescimento do reino de Deus. Unidade, vida no corpo de Cristo.

TAMANHO DOS GRUPOS

Grandes, genéricos e impessoais

“Comunidade Cristã Básica”

SISTEMA DE SUPORTE

Tem um problema? Procure o pastor. Ele resolve tudo

Os membros e líderes das células edificam uns aos outros

PARTICIPAÇÃO DOS MEMBROS

Pesquisas mostram que 10 a 15% dos membros fazem todo o trabalho. 25% são dizimistas

Pesquisas revelam que 95% dos membros estão ministrando. 100% dizimistas fieis

RELACIONAMENTOS

Possibilidade remota. Pouca transparência. Individualismo

Intima, ajudando uns aos outros. Discipulado funcionando na prática, como estilo de vida.

PALAVRAS CHAVES

“Vá e pregue o evangelho“. “Traga pessoas”

“Venha e cresça conosco”.

“Então vá e faça discípulos”.

DISCIPULADO

Classes, anotações. Pouca modelagem, valores não compartilhados. Informações.

Da boca para o ouvido, de coração para coração, modelagem, valores pessoais compartilhados.

EVANGELISMO

Evangelismo pessoal. Cruzadas evangelísticas. Busca pelo “reavivamento”. 5, ou menos, dos membros são envolvidos.

A célula é a rede de pescar muitos peixes. “Com certeza Deus está entre vocês”! Malha fina. Avivamento constante!

LOCALIZAÇÃO

Reuniões no edifício da igreja, às vezes longe e pouco acessível.

Centrada nas casas, próximo do membro, em local de fácil acessibilidade.

MULTIPLICAÇÃO

Lenta, e às vezes inexistente; quando acontece, é com pouca maturidade e consistência.

Rápida e equilibrada, certeira, consistente. Líderes treinados na prática: “mão na massa”.

Base Bíblica para as células

O próprio Deus é uma lula”: Podemos dizer que o conceito de “célula” foi introduzido logo no primeiro versículo da Bíblia, onde lemos: “No princípio criou
Elohim
os céus e a terra” (Gênesis 1.1). A palavra hebraica Elohim é
consistentemente usada para Deus nos dezesseis primeiros capítulos de Gênesis
e é, na verdade, um plural, significando mais de uma pessoa.

 

Células no ministério de Jesus: Jesus ensinava no lar, ministrando para
pequenos grupos de pessoas. Grande parte do Seu ministério aconteceu nas
sinagogas, às vezes no templo, e muitas vezes ao ar livre, mas uma parte
significativa de Seu trabalho e ensinos aconteceu nos lares, com um grupo pequeno de pessoas.

  • A explicação de Jesus para as parábolas do Reino era dada para o pequeno grupo de discípulos (Mateus 13:36).
  • Ele estava na casa de Pedro quando curou a sua sogra (Mateus 8:14).

 

  • Ele estava ensinando numa casa quando curou o paralítico, ao ser descido para o meio da sala na sua cama, pendurado do telhado (Marcos 2:1).
  • Ele visitava a casa das pessoas para curar os doentes (Mateus 8:14).
  • Entrava nas casas para ressuscitar mortos (Marcos 5:38-42).

 

  • Para conversar, durante uma refeição, e aconselhar aqueles que queriam
    segui-Lo (Lucas 7:36).
  • Entrava nos lares para evangelizar, falar da salvação: veja o exemplo de Zaqueu em Lucas 19.

 

  • Entrava nos lares para discipular aqueles que criam Nele (Marta e Maria: Lucas 10:38-42).

 

  • Quando Jesus enviou os doze (Mateus 10, Marcos 6) e mais tarde quando Ele enviou os setenta e dois para ministrar (Lucas 10), Ele os enviou para as casas. Eles foram mandados de dois em dois para ministrarem num contexto de pequenos grupos, de células.

 

  • Mesmo dentro daquele grupo Jesus tinha um grupo ainda menor de três
    discípulos (Pedro, Tiago e João), que eram parte de um relacionamento
    mais chegado (Mateus 17:1 e 26:37).

 

  • Os ensinos de Jesus foram dados de uma forma mais completa a esse grupo de doze, e as revelações mais profundas a esse grupo de três.
  • Os doze receberam Dele bem mais do que qualquer outra platéia. Eles ficaram encarregados, portanto, de passar adiante todas as coisas que Jesus ordenou.

 

  • Entendemos, assim, que o que faz da casa uma igreja não é apenas o seu uso para as reuniões de célula, mas também o seu cotidiano.

 

Fonte: TLC

Anúncios

Um comentário sobre “Célula – o que é?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s