Excelência no discipulado – 3ª Conferência do MDA Nordeste 2010

Excelência no discipulado
Pr Roni Feijão

1 Tm. 3:1
Neste texto há uma relação de critérios para uma pessoa que deseja trabalhar na obra do Senhor. Falamos de sacerdócio, falar sobre sacerdote é falar de um cristão. Porque muitos cristãos n]ao estão fazendo o que de fato seria necessário ser feito? Porque falta o conhecimento. O verdadeiro sacerdócio deve estar em ação. Deus não quer que façamos as coisas de qualquer jeito. O Senhor estabelece os critérios.
Ef. 4:1

1. Deus estabelece um padrão para cada finalidade.
a. A pessoa que quer trabalhar na obra de Deus precisa ser uma pessoa diferente e totalmente comprometida com aquilo que esta fazendo.
b. O discipulado é o sacerdócio mais adequado que todo cristão pode fazer. Quando começo discipular alguém eu estou assumindo um compromisso.
2. O Que se espera de um discípulo?
a. Que ele se reproduza
i. 1Co. 4:17 – primeira postura de um discípulo é ser um filho.
ii. 1Co 4:2 – segunda postura – fidelidade.
b. Aprendizado
i. Busca alcance de um novo padrão de conhecimento
ii. Percepção, reflexão, avaliação e compartilhamento de suas experiências. O discipulado semanal não pode ser apenas uma reuniãozinha simples. Deve ser um momento de se alegrar com a pessoa que tem o compromisso. Deve ser um momento de ensino, de gerar crescimento.
iii. Pv. 12:24-25 – diligente/negligencia
1.
iv. Não podemos dar um diagnostico sem conhecer de fato o caso, o que esta acontecendo
c. Liderança e Constancia de propósitos – Dn 6:3 sobrepujou/ um espírito excelente

i. A derradeira medida de um homem não é onde ele se coloca em um momento de conforto e conveniência, mais onde ele se posiciona em momentos de desafios e controvérsia. (Luter King)
ii. Atuação de forma aberta, democrática, inspiradora e motivadora das pessoas, visando o desenvolvimento de uma vida de excelência.
d. Fonte de inspiração
i. Criatividade (encontrar uma saída para cada situação) Mt. 22:15-22 – Jesus saiu de uma situação que aparentemente não tinha solução.
ii. Ousadia (no Espírito Santo) – Pra falar de Jesus eu falo com todo mundo.
iii. Discernimento – (identifique os inimigos da visão). At. 16:17.a verdadeira fonte esta no seu culto domestico, no seu TSD. Pessoas que ficam atrás de profecias.
iv. Gratidão – (aprenda a valorizar seus colaboradores)
v. Nada pode verdadeiramente substituir pequenas palavras de sincero apreço, bem escolhidas e ditas no momento certo. São grátis e valem uma fortuna. Sam Walton – fundador da Wal-Mart
vi. Generosidade (“O tempo é sempre certo para fazer o que esta certo”. – Martin Luther King)
3. Procure conhecer bem publico com quem você esta trabalhando.
a. Espiritos grandiosos sempre encontram oposição violenta de mentes medíocres Albert Einstein (1879-1955)
i. Aprenda liderar com os problemáticos
ii. Os homens da Bíblia não estiveram longe disto.
b. Rm. 7:14,18, 19
i. Antes de você ser cri cri com os outros você precisa ser com você primeiro. Se você não for um bom discipulador você não poderá ter bons discípulos. Temos que ouvir as pessoas, independente do fato e pedir direção a Deus.
c. 1Tm. 1:15,16 – como convém andar/
d. Temos que ser os melhores: na família, na igreja. Nosso padrão de excelência é alto.
i. Exercer o padrão de excelência – os detalhes vão fazer a diferença
Sucesso=trabalho
O único lugar que o sucesso vem depois do trabalho é no dicionário.

Um comentário sobre “Excelência no discipulado – 3ª Conferência do MDA Nordeste 2010

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s